CONHEÇA AS LENTES QUE MELHORAM A VISÃO NO TRÃNSITO

Queiroz Neto afirma que os óculos escuros apreciados por muitos motoristas diminuem a acuidade visual e a percepção de contraste. Por isso, durante o dia as melhores lentes são as fotossensíveis que escurecem de acordo com a intensidade de luz, protegendo os olhos da radiação ultravioleta, importante causa da catarata e degeneração da retina. Só recomenda o uso de óculos escuros para quem tem boa visão funcional e para portadores de fotofobia (aversão à claridade). O problema é comum em albinos ou pessoas de pele e olhos claros que não têm qualquer enfermidade ocular. Mas, também pode estar relacionado ao astigmatismo (deformidade da córnea que dificulta a visão de perto e longe), olho seco, alergia, doenças inflamatórias ou câncer nos olhos, ressalta. Por isso, adverte, quem tem aversão à claridade deve checar com o oftalmologista o motivo da sensibilidade.

Para míopes que têm maior dificuldade de adaptação ao crepúsculo o médico diz que a solução é utilizar lentes de grau na cor âmbar que melhoram a visão de contraste. “Já fiz teste no consultório com diversos pacientes colocando uma lente âmbar na frente dos óculos de grau e a visão de contraste melhora”, afirma.

Quem dirige à noite deve optar por lentes amarelas que reduzem o ofuscamento causado por faróis. Queiroz Neto ressalta que o ofuscamento e a dificuldade de enxergar à noite também podem sinalizar início de catarata. A doença reduz em 4 vezes a visão noturna, comenta. A única solução para catarata é o implante de lentes que substituem o cristalino opaco. Acabam de chegar ao mercado lentes intra-oculares que eliminam a necessidade de usar óculos em 95% dos casos, inclusive para perto.

Estudos mostram que a nova tecnologia reduz o risco de acidentes de trânsito em 50%, conclui.

CNH: NOVA REGRA EXIGE MAIS VISÃO FUNCIONAL

Motoristas com menor acuidade e campo visual devem ter acompanhamento médico periódico e usar lentes que melhoram a visão funcional, alerta médico.

A recente resolução do CONTRAN (Conselho Nacional do Transito) que reduziu a exigência de acuidade visual de 60% para 50% e do campo visual para 120 graus no exame da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) equipara o Brasil a outros países, mas vai exigir acompanhamento médico periódico para manter a segurança no trânsito. O alerta é do oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, perito em medicina do trânsito e membro da ABRAMET (Associação Brasileira de Medicina do Tráfego). Ele afirma que no Brasil a maioria das pessoas só faz exame de vista quando vai renovar a CNH e em 5 anos podem ocorrer grandes mudanças nos olhos. A nova regra, comenta, mantém em atividade motoristas profissionais que seriam excluídos da profissão e portadores de glaucoma em processo inicial da doença. O médico ressalta que um estudo conduzido por ele durante 3 anos em que participaram 81 portadores de glaucoma, 57% desperdiçou o colírio e por isso fez uso descontínuo do medicamento. Resultado – Em 3 anos a perda de campo visual aumentou. Além das consultas periódicas, ressalta, o uso de lentes que melhoram a visão funcional é essencial para manter a segurança no trânsito.

Isso porque, ressalta, a leitura das letras na Carta de Snellen e a lanterna utilizada para medir o ofuscamento no exame de habilitação não garantem que o motorista tenha boa visão funcional.

Ele explica que se trata do campo visual, rapidez de leitura, capacidade de adaptação em diferentes níveis de iluminação, ofuscamento, percepção de profundidade, cores e contraste. Com exceção do campo visual todas as outras funções sofrem alterações relacionadas à menor acuidade visual.

Óculos de grau atualizados melhoram a percepção de profundidade, mas não restaura por completo a visão funcional, observa. Só para se ter uma idéia, pessoas com 50% de visão têm metade da rapidez de leitura e por isso devem estar atentas à velocidade que dirigem para evitar acidentes.

 

Quem disse que estética é somente para as mulheres?

Estudos mostram um aumento de 30% no interesse masculino em procedimentos estéticos, entre eles , aplicação de botox, depilação e principalmente procedimentos na região dos olhos, em busca de rejuvenescimento, que antes eram muito mais procurados por mulheres.

A cirurgia plástica ocular entra em cena para remover pés-de-galinha e rugas sem comprometer o que é mais importante: a sua própria visão. A região dos olhos está entre as principais preocupações quando o assunto é parecer mais jovem. Não é para menos. Essa área, por conta da pele muito fina da pálpebra e da menor quantidade de gordura entre os músculos, é a primeira a apresentar sinais de envelhecimento como rugas, pés-de-galinha e marcas de expressão.

Marque um avaliação agora aqui na clínica Dr. César Neto !

Você sabia que durante a gravidez algumas doenças podem ser evitadas relacionadas a visão do bebê?

Na gravidez, para evitar problemas de visão, o mais importante é seguir corretamente o pré-natal. Doenças como a toxoplasmose, durante a gravidez, podem causar cegueira e problemas neurológicos na criança.
É importante fazer os exames de pré natal pois ao nascer a criança não apresenta os sintomas.

A toxoplasmosegestacional, é quando passa para o feto uma infecção causada por um protozoário chamado “Toxoplasma Gondii”, encontrado nas fezes de gatos e outros felinos, que pode se hospedar em humanos e outros animais. É causada pela ingestão de água ou alimentos contaminados e é uma das zoonoses (doenças transmitidas por animais) mais comuns em todo o mundo.A fase aguda da infecção tem cura, mas o parasita persiste por toda a vida da pessoa e pode se manifestar ou não em outros momentos, com diferentes tipos de sintomas.

1- Mantenha caixas dos pets sempre limpa.
2 – Após contato com fezes felinas limpar as mãos com álcool em gel ou sabonete antibactericida
3 – Reservatórios de água muito bem limpos e fechados

BLEFAROPLASTIA

Blefaroplastia é o termo técnico utilizado para a cirurgia estética das pálpebras, realizado para melhorar o aspecto das pálpebras superiores e inferiores, eliminando bolsas de gordura, rugas, flacidez e com isso rejuvenescendo a região em torno dos olhos.

 

• COMO FUNCIONA?

Em geral demora de 1 a 2 horas dependendo do grau da cirurgia, somente as pálpebras superiores, ou inferiores ou as quatro pálpebras. Os pontos devem ser retirados até o 10º dia após o procedimento e o paciente pode retornar as suas atividades normais. E as cicatrizes desaparecem deixando uma linha muito fina e praticamente invisível.

 

• RESULTADO

Os resultados aparecem depois de 3 meses e proporcionam uma aparência mais alerta e juvenil.

• RELACIONADO A:

pálpebras, cirurgia pálpebras, estética olhos, cirurgia olhos estética, plástica ocular, blefaroplastia laser, pálpebra caída, pálpebra flácida, flacidez olhos, olhos simétricos, defeito pálpebra, levantamento de pálpebras.